Home / Apps / WhatsApp planeja incorporar vídeos ao perfil dos usuário
Natura 234x60

WhatsApp planeja incorporar vídeos ao perfil dos usuário

O ‘app’ apresentará uma nova interface na qual as novidades aparecerão como um mural

O app já permite personalizar as fotos e vídeos. WhatsApp
Quem não se dedicou (ou faz isso habitualmente) a xeretar de vez em quando as fotos de perfil dos contatos no WhatApp? Tanto essas imagens como o texto que acompanha a apresentação do usuário se transformaram em uma inesperada forma de expressão de nosso humor e há vídeos, autênticos especialistas em mantê-los atualizadas. Alguns até mesmo chegam a fazer isso semanalmente. E também são muitos os que adquiriram o hábito de repassar frequentemente essas mudanças, no que se aproxima perigosamente de um começo de rede social.
O Facebook entende um bocado de redes sociais, e é o proprietário tanto do WhatsApp como do terceiro envolvido nesse assunto: o Instagram. Cabe lembrar que este último triunfa com Stories, um clone do Snapchat que não para de crescer organicamente (graças à sua milionária base de usuários): fotos e vídeos efêmeros nos quais cada um compartilha seu dia-a-dia. Agora, segundo soube o EL PAÍS, o WhatsApp está testando uma evolução do app, incorporando parte do Stories, permitindo ao usuário que acrescente fotos e vídeos de perfil e apresentando uma nova interface nas quais se expõem as novidades como um mural.
MAIS INFORMAÇÕES

11 truques de organização no WhatsApp para tornar sua vida (um pouco) mais fácil
Verificação em dois passos chega ao WhatsApp – e você deveria ativá-la já
WhatsApp agora permite despachar mensagens mesmo sem conexão à Internet
Wire, a terceira via que quer ser a alternativa ao WhatsApp e Telegram
Ainda não se sabe se esses testes resultarão, por fim, em uma versão definitiva disponível para os usuários, mas a ideia é que, em lugar de ter acesso diretamente aos chats, cada um possa repassar as fotos e vídeos de perfil alterados. Nesse sentido, a interface mostraria um ícone ao lado do nome do usuário, que alertaria para a existência de novo conteúdo.
Com essa nova versão, o WhatsApp eliminaria ainda mais a tênue linha que separa os aplicativos de mensagens dos que são voltados para redes sociais. Canibalismo? Não parece preocupar o Facebook desde que seus usuários se mantenham em algum de seus produtos, e boa prova disso é a coexistência harmoniosa de aplicativos como Messenger a o próprio WhatsApp: ambos cumprem a mesma função e não há roubo de usuários, já que os dois estão sob o guarda-chuva do Facebook.

300x250

About Paulo Fernandes Maciel

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*