Home / Atualidades / Padrões da LTE e 5G Abrem Nova Fronteira

Padrões da LTE e 5G Abrem Nova Fronteira

Relatório da 5G Americas Apresenta Padrões do 3GPP Release 13 a Release 15

BELLEVUE, Wash. – 15 de fevereiro de 2017 – A 5G Americas, a associação setorial e voz da 5G para as Américas, anunciou hoje a divulgação de um relatório técnico chamado A Evolução da Tecnologia Sem Fio em Direção à 5G: 3GPP Release 13 a Release 15, analisando o progresso e a evolução da tecnologia LTE e o desenvolvimento de padrões para a tecnologia 5G. Com os Estados Unidos chegando perto de 90% de penetração com a LTE [Ovum], estamos nos aproximando de uma nova fronteira tecnológica com as tecnologias sem fio de quinta geração.

“Dezenas de testes estão em andamento no mundo inteiro para avaliar a tecnologia 5G; as principais operadoras e fabricantes já iniciaram a processo de coleta de dados para apoiar o processo de padronização do 3GPP”, comentou Vicki Livingston, Chefe de Comunicações da 5G Americas e um dos autores que contribuíram ao relatório. “A LTE e a 5G devem trabalhar em conjunto para criar o futuro conectado.”

A 3GPP possui muita experiência com a padronização das principais tecnologias dos maiores ecossistemas de mobilidade sem fio, desde a GSM até a LTE e agora a 5G, e essa tradição será um dos destaques desse relatório da 5G Americas. Com a conclusão da LTE-Advanced Pro como parte do Rel-13 em 2016, a LTE deve manter sua liderança entres as tecnologias de mobilidade sem fio durante a próxima década. O relatório da 5G Americas apresenta detalhes dos principais avanços da 3GPP Rel-13, com destaque para:

Avanços para suportar Sistemas Ativos de Antenas (Active Antennas Systems – AAS)
Acesso Assistido e Licenciado (Licensed Assisted Access – LAA)
Agregação de LTE e WLAN (Aggregation of LTE and WLAN – LWA e LWIP)
Cobertura de baixa potência / grande área para aplicativos da IdC, através da tecnologia Celular-IdC.
Avanços em tecnologias atuais da LTE
Antenas com Multiple-Input Multiple-Output (MIMO) avançado
Redes Auto-Organizadas (SON)
Agregação de Portadores (CA) e Conectividade Dupla (DC)
Serviços de Proximidade e Comunicação Dispositivo-Dispositivo para Segurança Pública (ProSe/D2D).

O relatório também apresenta uma análise detalhada dos avanços já em desenvolvimento para a LTE e que fazem parte do Rel-15, que incluem novos avanços na área de MIMO, CA, LAA (eLAA), LWA (eLWA), Voz sobre LTE (VoLTE) e ProSe/D2D.

Jim Seymour, Principal Engenheiro, Grupo de Mobilidade CTO z sobre LTEe um dos líderes do grupo que produziu o relatório da 5G Americas, explicou que “Os 3GPP Releases 13 e 14 apresentam inovações técnicas para a evolução da LTE por que os padrões da LTE e 5G são desenvolvidos em paralelo pela 3GPP.”

O Rel-14 e Rel-15 representam a primeira fase de trabalho da 3GPP no desenvolvimento de padrões para a tecnologia 5G, com o Rel-14 focado em estudos direcionados à 5G e o Rel-15 analisando a primeira fase de especificações normativas da tecnologia 5G. Um dos requisitos da 5G é a capacidade de otimizar seu uso de uma grande variedade de frequências em 5G, especialmente em bandas de Ondas milimétricas (mmWave). Sistemas de acesso via rádio como a LTE e HSPA não foram otimizados para trabalhar com bandas mmWave, e, por esse motivo, a 3GPP reconheceu que o Rel-14 e Rel-15 devem introduzir a Nova Rádio (NR), uma nova tecnologia de acesso para a 5G com a flexibilidade necessária para suportar não somente as bandas de frequência abaixo de 6 GHz, mas também as bandas mmWave até 100 GHz.

O relatório da 5G Americas inclui informações sobre os estudos do 3GPP Rel-14 analisando a tecnologia de acesso Novo Rádio, Modelagem de Canais, requisitos de RAN, tecnologias RAN e possíveis soluções que podem ser adotados em muitos casos de uso.

O estudo sobre a RAN pretende identificar cenários típicos de implementação para as tecnologias de acesso de próxima geração, além do desempenho necessário e principais capacidades funcionais:
Uma lista de KPIs e suas metas
Vários cenários de implementação foram considerados, incluindo Banda Larga Móvel avançado (enhanced Mobile Broadband – eMBB), Comunicações de Baixa Latência Ultraconfiáveis (Ultra-Reliable Low Latency Communications – URLLC), Comunicação massivas Tipo Máquina (massive Machine-Type Communications – mMTC) e comunicação avançada Veículo para Todo (eV2X).
Além de outros requisitos, p.ex. arquitetura de cobertura, serviços e operações.

De acordo com o relatório, os estudos estão basicamente focados em quatro principais áreas das especificações RAN: 1) Aspectos da camada física; 2) Protocolos e procedimentos da interface de rádio; 3) Arquitetura, interfaces e protocolos/procedimentos da Rede de Rádio; e 4) requisitos de Radiofrequência (RF) e desempenho. N camada de serviços, o relatório da 3GPP apresenta mais de 70 casos de uso para novas oportunidades com a próxima geração de sistemas de telecomunicações.

O processo IMT-2020 também apoia os trabalhos da 3GPP focadas na definição de uma tecnologia 5G baseada em duas fases, com a Fase I concentrada na Nova Rádio 5G, estudos sobre a Arquitetura do Sistema de Próxima Geração (rel-14) e as especificações normativas (Rel-15) até 2018, e a Fase II analisando os requisitos necessários para cumprir com as exigências da IMT-2020 até o final de 2019, nesse caso como parte do Rel-16.

O relatório A Evolução da Tecnologia Sem Fio em Direção à 5G: 3GPP Release 13 a Release 15 foi publicado pelos membros da 5G Americas e pode ser baixado gratuitamente a partir do site da 5G Americas. Os líderes conjuntos do grupo de trabalho do relatório são Betsy Covell, Gerente de Padrões da Nokia Bell Labs, Jim Seymour, Principal Engenheiro, Grupo de Mobilidade CTO, Cisco, e Vicki Livingston, Chefe de Comunicações da 5G Americas.

Para destacar a importância do padrão 5G da 3GPP, a 5G Americas está organizando um almoço em conjunto com a FierceWireless no dia 27 de fevereiro, durante o Mobile World Congress. Evolução 5G: A Transição de Fixo para Móvel será o tema das discussões de um painel que conta com a presença de profissionais da Qualcomm, Deutsche Telecom e Verizon, além do Chris Pearson, Presidente da 5G Americas. As inscrições para o evento da FierceWireless já estão abertas.

###

Sobre a 5G Americas: A Voz da 5G e LTE para as Américas

A 5G Americas é uma associação setorial dos principais provedores de serviços e fabricantes do setor de telecomunicações. A missão da organização é de apoiar e promover o desenvolvimento total das capacidades da tecnologia sem fio LTE e sua evolução além da 5G, em todo o ecossistema de redes, serviços, aplicativos e dispositivos sem fio nas Américas. A 5G Americas fomenta o desenvolvimento de uma comunidade conectada e sem fio e está liderando o desenvolvimento da 5G para toda a região das Américas. A 5G Americas é sediada em Bellevue, no estado de Washington, e oficialmente anunciou que mudou seu nome de 4G Americas no dia 12 de fevereiro, 2016. Para mais informações, visite www.5gamericas.org. Siga-nos no Twitter: @5GA_Brasil, no Facebook e acompanhe nosso grupo no Linkedin: 5G Americas – Latin America & Caribbean.

Os Membros do Conselho de Administração da 5G Americas incluem: América Móvil, AT&T, Cable & Wireless, Cisco, CommScope, Entel, Ericsson, Hewlett Packard Enterprise (HPE), Intel, Kathrein, Mitel, Nokia, Qualcomm, Sprint, obile UST-M, Inc.e Telefónica.

300x250

About Paulo Fernandes Maciel

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*