Home / Atualidades / Intel revela poderoso supercomputador com foco em carros autônomos
Banner MAV 300x250

Intel revela poderoso supercomputador com foco em carros autônomos

O novo computador Go terá até 28 chips Xeon, além de versão com chips Atom e conectividade 5G. Primeiros carros autônomos da BMW baseados no Go serão testados neste ano.

 

Imagem supercomputador Go da Intel para carros autônomos

 

Há uma corrida para colocar mais poder de computação em carros autodirigidos, e está se configurando para ser assustadoramente semelhante a uma batalha,  entre a Intel e a AMD para aumentar a potência do PC.
Intel na CES anunciou o poderoso computador Go com até 28 chips Xeon para carros autônomos que  podem cruzar as ruas com segurança. Além do Xeon, o Go também estará disponível com chips de última geração Atom ou com conectividade 5G.
Os primeiros 40 carros autônomos de BMW  deverão ganhar as ruas em  testes este ano.
Os carros autônomos precisam de muito poder computacional sob o capô, para evitar acidentes e tomar decisões de condução inteligentes. Esse poder vem de computadores como o Go, que é configurado para ser mais rápido que jogos de PCs e muitos servidores.
Go competirá com o Drive PX 2 da Nvidia, um supercomputador refrigerado a água para carros autônomos, anunciado pela Nvidia no ano passado. O Drive PX 2 possui 12 núcleos de CPU e dois núcleos GPU baseados em Pascal, mas sem a conectividade 5G.

Intel acredita que tem uma vantagem sobre seus rivais com conectividade 5G, permitindo que os carros  se comuniquem com servidores na nuvem, para analisar imagens. A conectividade é uma ferramenta importante para carros identificarem objetos nas ruas.
Tanto o Go como o Drive PX 2 têm o mesmo objetivo: treinar computadores para serem mais inteligentes. Os computadores ajudam os carros a detectar cones e obstáculos, reconhecer pistas e a parar nos sinais. Os computadores tomam decisões com base em algoritmos e dados coletados de câmeras e sensores como lidar e radar.
Intel e Nvidia também estão em uma corrida para colocar carros autônomos nas ruas. A Intel está trabalhando com Mobileye e BMW em carros autônomos, e o hardware da Nvidia está sendo usado em veículos Tesla com características de auto-direção.
O maior benefício para carros autônomos, está na segurança, mas existem outros benefícios funcionais e econômicos, disse Kathy Winter, vice-presidente e gerente geral da divisão de condução automatizada da Intel.
A auto condução de veículos poderia ajudar as pessoas a fazer melhor uso do seu tempo. Poderia trazer benefícios econômicos para a logística relacionada ao transporte e entrega de produtos, disse Winter.
Uber já está testando táxis autônomos nos EU, e outras empresas de tecnologia estão investindo em carros autônomos.
As empresas estão trabalhando em conjunto para estabelecer normas para veículos autônomos para se comunicar sobre o tráfego e as condições meteorológicas.
Os computadores Go são parte de kits de desenvolvimento que vêm com ferramentas de software. Os kits se agregam a um conjunto estável de computadores Intel que incluem desktops NUC mini, Compute Sticks e placas de desenvolvimento para dispositivos inteligentes, robôs e drones.
O hardware Go da Intel com Xeon é complementado por dois FPGAs (matrizes de portas programáveis em campo), que podem ser reprogramadas para fazer várias tarefas.
Os FPGAs são para a Intel Go o que as GPUs são para o Nvidia Drive PX 2 chips rápidos que ajudarão os carros a tomar decisões importantes instantaneamente. A versão do Go com chips da próxima geração Atom tem apenas um FPGA.
O computador Go com 5G será demonstrado no próximo Mobile World Congress em Barcelona. Intel anunciou seu primeiro modem 5G na CES esta semana.

 

Fonte: www.pcworld.com.br

 

Assuntos relacionados:

Ford revela nova geração de carro autônomo e promete triplicar frota em 2017

 

Carro Autônomo – Volvo autônomo roda na frota da Uber em São Francisco

About Paulo Fernandes Maciel

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*