Home / Atualidades / Espanhóis querem milícia de hackers no governo Ciber-reserva

Espanhóis querem milícia de hackers no governo Ciber-reserva

Espanhóis querem milícia de hackers trabalhando com o governo

ciber-reserva
O partido político espanhol PP vai exigir no parlamento a criação de uma;

Ciber-reserva para lcuidar de m situações críticas de segurança informática.

O futuro organismo é descrito nas páginas do diário El Mundo como uma «milícia de cidadania composta por hackers éticos».

As conversações entre governo e piratas tiveram já início há quatro meses.

A importância da ciber-reserva espanhola tem sido destacada pela portavoz adjunta Ana Vázquez Blanco;

Que tem em sua responsabilidade e  cargo a Comissão de Segurança Nacional do Partido Popular espanhol.

Do lado dos especialistas em segurança de  informática este é um «passo fundamental» como justifica Enrique Ávila;

Diretor do Centro Nacional de Excelência em Cibersegurança.

Este responsável destaca ainda que 2000 colaboradores seria um bom número para o início deste exército de cidadania informática e vai até mais longe nas suas explicações enquadrando a medida como importante do ponto de vista econômico.

Na ótica do Diretor do Centro Nacional de Excelência em Cibersegurança esta medida «potencializaria uma reindustrialização tecnológica da economia Espanhola e tornar o setor de Investigação e Desenvolvimento independente das estratégias de outros países.

O arranque no campo da ciberdefesa daria oportunidades, por exemplo, na área dos videogames, setor que está moribundo em Espanha».

A proposta do PP defende a criação de uma estrutura de carácter horizontal;

Com divisões entre os voluntários de acordo com as suas áreas de especialização.

O compromisso de cada membro da ciber-reserva seria de dois anos, o grupo parlamentar atualmente está  estudando;

Conjuntos de incentivos, recompensas e condecorações para estes profissionais de acordo com o seu desempenho e serviços prestados à nação espanhola.

As universidades deverão ser o ponto de partida como centros de recrutamento;

Deste organismo de futuro e com enquadramento perfeito na realidade em que vivemos.

Tem uma iniciativa de teste desenvolvida como um concurso de jogos de guerra que teve lugar na Universidade Autónoma de Madrid.

Fonte: El Mundo

300x250

About Paulo Fernandes Maciel

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*