Home / Artigos / Somos omnishoppers a maioria diz pesquisa

Somos omnishoppers a maioria diz pesquisa

A Pesquisa da Criteo aponta que 79% dos consumidores brasileiros são omnishoppers.

omnishoppers

Segundo o estudo, a maioria dos compradores tem o primeiro contato com o produto na loja física, mas conclui a aquisição no ambiente online.

 

Omnishoppers gastam em média 7% a mais nas compras online e 44% a mais no varejo tradicional se comparados aos consumidores comuns.

 

O omnishopping é um fenômeno global e, no Brasil, já é praticamente onipresente.

Os facilitadores como e-commerce, canais de compras, mídia online, websites, apps e outras ferramentas de acesso via desktops ou smartphoes.

É o que revela o estudo The Shopper Story 2017, da Criteo S.A. (NASDAQ: CRTO), empresa líder em tecnologia para commerce marketing.

O relatório mostra que 79% dos brasileiros são omnishoppers e utilizam uma variedade de dispositivos, canais e plataformas para navegar e comprar.

 

A maioria dos brasileiros adota o showrooming (sala de exposições), quando o cliente tem o primeiro contato com o produto na loja física, mas compra online.

Segundo a pesquisa, 64% dos consumidores percorrem esse caminho ocasionalmente e 29% o fazem com frequência.

No sentido contrário, 62% dos brasileiros aderem eventualmente ao webrooming, pesquisando pela Internet e comprando no varejo tradicional.

Os que fazem isso regularmente somam 20%.

 

Quando comparados a compradores que ainda não adotam um comportamento multicanal;

Os omnishoppers  gastam em média 7% a mais no ambiente online e 44% a mais no varejo tradicional.

Globalmente, mais de três quartos dos consumidores já estão engajados no omnichannel.

 

“Com a popularização dos smartphones, os consumidores passaram a ter liberdade para buscar informações sobre produtos e comprar online de qualquer lugar, inclusive de dentro da loja física do varejista.

Dessa forma, a decisão de onde, quando e como comprar depende de diversos elementos, como comodidade, facilidade e, claro, preço.

É por isso que uma estratégia de marketing bem sucedida precisa focar no cliente e não no canal de vendas ou dispositivo.

As empresas que têm essa compreensão certamente saem na frente num mercado cada vez mais competitivo”;

Explica Alessander Firmino, diretor geral da Criteo para o Brasil e América Latina.

 

Mais descobertas:

omnishoppers

Digital direciona a conversão

 

Com o mobile cada vez mais presente na vida cotidiana, o ambiente online é agora um ponto crítico para a decisão de compra.

Para quase metade de todos os omnishoppers, websites e apps são a última influência para efetivar a aquisição.

Além disso, 54% dos brasileiros afirmam já terem comprado no site do varejista utilizando o smartphone, enquanto estavam dentro da loja física desse mesmo varejista.

 

Sites de varejo como ponto de partida

 

No Brasil, 68% dos consumidores que já tem um tipo de item em mente iniciam a pesquisa em sites e não em mecanismos de busca.

Entre aqueles que sabem exatamente o que querem este índice é ainda maior: 73%.

Mesmo os que não procuram por um produto específico tendem a começar a jornada desta forma, com 51% afirmando entrarem  primeiro no site do varejista.

 

Consciência digital

 

A televisão e outras formas de publicidade off-line não são mais geradoras de consciência de marca para os omnishoppers.

Ao invés disso, sites e aplicativos desempenham esta função globalmente.

 

Os sites e apps de varejo estão mais influentes que nunca e o consumidor munido de ferramentas multicanal que acessam as plataformas para navegar e comprar completam o ambiente.

 

Para aproximadamente 50% dos consumidores, os sites e apps de varejo, são mais influentes no processo de compra;

Do que o boca a boca, os mecanismos de busca ou mesmo as redes sociais.

A força da mídia corporativa se faz presente em todas as decisões de compra.

Pessoas que iniciam sua jornada em sites de varejo buscando inovação também apresentam maior intenção de compra.

 

Compras por impulso

 

Os consumidores são tão propensos a comprar por impulso no ambiente online da mesma forma que   são nas lojas físicas.

No Brasil, as categorias mais compradas pela Internet, nesses casos, são:

Vestuário (83%), Brinquedos & Games (78%), Beleza & Sáude (67%), Produtos para Casa, família (66%) e Eletrônicos (62%).

 

Consumidores reconhecem e entendem o valor do Retargeting

 

Em relação a abordagem, 56% dos omnishoppers brasileiros gostam de receber anúncios de retargeting, especialmente quando há a possibilidade de obter descontos maiores para os produtos que pretendem comprar.

Já 29% gostam deste tipo de comunicação  porque funcionam para o showroomer;

Como um lembrete do seu desejo além do senso de urgência ou de escassez dos itens que estão considerando adquirir .

 

Metodologia do estudo sobre omnishoppers

 

O estudo Shopper Story 2017 foi supervisionado por um pesquisador independente e conduzido usando o painel global da Research Now;

Com 10 mil consumidores de idades entre 16 e 65 anos nos EUA, Japão, Reino Unido, Alemanha, França e Brasil.

Todos os participantes são consumidores multicanal que navegam online diariamente e possuem um smartphone.

 

Esta pesquisa reforça a necessidade dos varejistas desenvolverem uma abordagem colaborativa que sirva para se conectar com o omnishopper, tanto offline quanto online.

Para conferir o relatório completo, acesse aqui.

 

Sobre a Criteo

 

A Criteo (NASDAQ: CRTO), líder em marketing para e-commerce;

Está construindo um ecossistema de alta performance em ambiente online para gerar lucros e vendas para varejistas e marcas.

Mais de 2.700 membros de equipe da Criteo trabalham em parceria com 17.000 varejistas, marcas;

E milhares de publishers em todo o mundo para oferecer performance em escala, conectando consumidores ao que eles precisam e amam.

Projetado para o e-commerce, o Criteo Commerce Marketing Ecosystem vê mais de US$ 550 bilhões em vendas anuais.

Para mais informações acesse www.criteo.com.

Confira também:

Compras de fim de ano cuidados com armadilhas digitais

iPhone X – Principais Funcões

Tabela comparativa entre o iPhone 7, iPhone 8 e iPhone X

 

About Paulo Fernandes Maciel

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*