Home / Artigos / “Caravel” na Bienal de Arte Digital no Rio

“Caravel” na Bienal de Arte Digital no Rio

Bienal de Arte Digital traz escultura com nome “Caravel” que produz energia limpa.

“Caravel”

Escultura “Caravel” estará na Bienal de Arte Digital no Rio

E cientista carioca propõe diálogo entre arte e tecnologia em simpósio. 
IVAN HENRIQUES, RADICADO NA HOLANDA, DESENVOLVEU ESCULTURA CINÉTICA CAPAZ DE PRODUZIR MOVIMENTOS A PARTIR DA FOTOSSÍNTESE DE BACTÉRIAS.
Ivan Henriques, cientista carioca responsável por elaborar um pedalinho para filtrar águas poluídas, mostrará pela primeira vez no Brasil sua nova invenção:

“Caravel”, uma escultura cinética capaz de produzir energia limpa a partir da fotossíntese de bactérias anaeróbicas.

Radicado na Holanda, ele está no Rio para explicar a tecnologia envolvida na “Caravel” na abertura da primeira edição da Bienal de Arte Digital;

Apresentada pelo Oi Futuro, nesta segunda-feira, 5 de fevereiro, a partir das 14h.

“Caravel”, desenvolvido em parceria com a Universidade de Gante, permanecerá em exposição no evento até 18 de março.

Para participar do simpósio, o público precisa se inscrever, gratuitamente, no endereço:

www.bienalartedigital.com/inscricao-simposio.
A montagem do experimento de Ivan Henriques o autor da “Caravel” só foi possível em função de uma parceria com o Instituto Nacional de Tecnologia (INT), que cultivou a bactéria para a obra, por meio de seu Laboratório de Biocorrosão e Biodegradação.

O diretor do Instituto, Fernando Rizzo, fará uma palestra em seguida.

Em 2016, Ivan já havia chamado atenção dos cariocas ao mostrar ao público seu pedalinho tecnológico, equipamento que era capaz de filtrar a água enquanto se movimentava, na Lagoa Rodrigo de Freitas.

Ivan reforça a importância de “Caravel”.
“O projeto “Caravel” significa uma evolução das criações de estruturas híbridas que possam coabitar o meio ambiente.

É uma biomáquina que produz a energia necessária ao seu movimento, ao passo que contribui para a purificação das águas;

Com base no aproveitamento de células microbiais que, por sua vez, utilizam bactérias da espécie Geobacter.

Leia também: Inscrições para Bienal de Arte Digital encerram dia 1º

 

Conectadas à estrutura das caravelas, existem também plantas que possuem propriedades de purificação, como a planta conhecida como aguapé, tradicionalmente usada como auxiliar na limpeza de bacias e rios”;

Explica o cientista.

Ao longo da primeira semana do evento, o programa educativo também realizará oficinas relacionadas com as artes tecnológicas.

As inscrições das oficinas devem ser feitas através do site no endereço:

www.bienalartedigital.com/inscricao-simposio .

As inscrições via site não garantem a participação. É preciso aguardar o contato por e-mail da produção confirmando a participação.
A proposta da Bienal é se tornar uma agenda nacional de arte digital e mostrar a cada dois anos;

Obras e exposições que reflitam temas sociais importantes, evidenciando que a arte possibilita à tecnologia exibir suas experiências sociais.

Após sua estreia no Rio, a Bienal segue para Belo Horizonte, onde a programação ocorrerá entre os dias 26 de março e 29 de abril no Conjunto Moderno Da Pampulha – Museu de Arte da Pampulha (MAP), com patrocínio da Oi e apoio cultural do Oi Futuro.
Os trabalhos escolhidos foram selecionados entre as mais de 600 inscrições realizadas via edital.

A seleção foi realizada por um conselho curador formado por acadêmicos, artistas, pesquisadores e produtores culturais como Marina Gazire, Alexandre Milagres, Ivan Ramos, Gabriel Cevallos, Pablo Gobira, Tadeus Mucelli, Karla Danitza e demais membros da comissão organizadora.

Foram cerca de 20 encontros entre os envolvidos e cerca de 400 horas dedicadas às análises.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DE SIMPÓSIOS:

 

SIMPÓSIOS
Segunda-feira – 5 fevereiro
10h – Abertura: Roberto Guimarães, Alberto Saraiva (Oi Futuro) / Tadeus Mucelli (FAD/Bienal de Arte Digital)
10h30m – Palestra Magna: Diana Domingues (BRA)
14h -Ivan Henriques (BRA) criador da “Caravel”
15h – Fernando Rizzo (INT)
Terça-feira – 6 fevereiro
9h30m – Joe Davis – MIT (EUA) / Bernardo Carvalho – UFRJ (BRA)
14h30m – Guto Nobrega – UFRJ (BRA) / Daniel Cruz – U.Chile (CHL) / Soliman Lopez – ESAT (ESP)

SOBRE O TEMA “Caravel”

As configurações atuais da Arte Tecnológica têm se fundido com a vida contemporânea, num processo viral de trocas incessantes entre o mundo real e o simulado.

Criam-se trabalhos híbridos, nos quais o digital e o analógico, o natural e o artificial, o real e o virtual, se atravessam.

A tecnologia passou a ser vista como um fator constitutivo da vida humana  e com a biotecnologia, a própria vida.

E a escultura “Caravel” se insere nesse contexto

As pesquisas científicas são reapropriadas e se transformam em linguagens artísticas;

Através do uso da interatividade, virtualidade, sistemas híbridos e imersão.
Nesta edição especial do FAD o objetivo será exibir trabalhos e conceitos através dos quais as transformações, ao longo do tempo, dos processos digitais na vida, na criatividade e na sociedade através da arte e da comunicação, criam experiências por meio das hibridações imersivas aos visitantes.

SOBRE O FAD

O Festival de Arte Digital (FAD) é um projeto sobre a exploração inventiva de novas tecnologias no campo da arte e da comunicação.

Um dos eixos do projeto é a exibição de instalações de performances e apresentações diversas privilegiando a arte digital (produzida por máquinas, softwares e programação).
A formação de jovens criadores é outro objetivo do FAD, com o trabalho de mediação, oficinas do programa educativo nas exposições, além de palestras ministradas por artistas, profissionais de mercado acadêmicos e demais envolvidos nos campos de ciência e tecnologia, com nomes regionais, nacionais e internacionais.
Desde 2007, o Festival de Arte Digital espalhou os temas da Arte através de Novas Tecnologias em quatro pilares de ação:

Em Belo Horizonte e Rio de Janeiro/ Brasil.

Oficinas, palestras, apresentações e exposições de arte.

Neste período foram cerca de 20 mil pessoas, e intercâmbio com muitos profissionais pelo mundo, publicações, pesquisas e prêmios nacionais.

APOIOS E PATROCÍNIOS:

SOBRE O Oi FUTURO
O Oi Futuro promove, apoia e desenvolve ações inovadoras e colaborativas para melhorar a vida das pessoas e da sociedade.

Com a atuação nas frentes de Educação, Cultura, Inovação Social e Esporte;

O instituto acelera iniciativas que potencializam o desenvolvimento pessoal e coletivo, fomentam experimentações de inovação e estimulam conexões.
Na Educação, o Oi Futuro investe em modelos inovadores para inspirar novas formas de aprender e ensinar com o NAVE (Núcleo Avançado em Educação);

Que forma jovens para as economias digital e criativa, com foco na produção de games, aplicativos e produtos audiovisuais.

O programa, desenvolvido em parceria com as Secretarias de Estado de Educação do Rio de Janeiro e Pernambuco, oferece ensino médio integrado.

Além de obter formação voltada para a indústria criativa e digital, os estudantes do NAVE são incentivados a desenvolver o espírito empreendedor e a estabelecer suas primeiras conexões profissionais, por meio de projetos e eventos de integração com o mercado de inovação.

 

Cultura

Na área Cultural, o instituto atua como um catalisador criativo, impulsionando pessoas através das artes, estimulando a produção colaborativa e promovendo o acesso à cultura na era digital.

O Oi Futuro mantém um centro cultural no Rio de Janeiro, com uma programação que valoriza a produção de vanguarda e a convergência entre arte contemporânea e tecnologia, e realiza o Programa Oi de Patrocínios Culturais Incentivados, que seleciona projetos em todas as regiões do país por meio de edital público.

O Instituto também faz a gestão do Museu das Telecomunicações e sua Reserva Técnica;

Pioneiro no uso da interatividade no Brasil, e do LabSonica, laboratório de experimentação sonora.

Também no Rio, o Oi Futuro mantém a Oi Kabum!,

Escola de arte e tecnologia onde está abrigado o Lab.IU, Laboratório de Intervenção Urbana.
Na Inovação Social, o Oi Futuro mantém o Labora, laboratório voltado para soluções inovadoras e de impacto para as cidades e a gestão cultural.

O Labora é um ambiente de conexão, aprendizagem e criação para organizações e empreendedores comprometidos com a transformação de impacto e oferece programas de incubação e aceleração para projetos e negócios sociais em diferentes fases de maturação e perfil empreendedor.

O Oi Futuro também aposta em projetos esportivos que conectem pessoas e promovam a inclusão e a cidadania.

SOBRE A CEMIG – Centrais elétricas de Minas Gerais

A Cemig, comprometida com a sociedade e com os públicos que interage, é uma grande incentivadora da cultura por acreditar no poder transformador da arte.

Investe permanentemente para fortalecimento dos setores cultural, esportivo educacional e social.
A Cemig é a maior empresa integrada do setor de energia elétrica do País;

Sendo o maior grupo distribuidor, responsável pela operação de mais de 530 mil quilômetros de linhas de distribuição.

É ainda o maior grupo transmissor e o terceiro maior grupo gerador, com uma capacidade instalada de 8,5 GW.

Vale destacar que a concessionária foi selecionada, pela 17ª vez consecutiva, para compor a carteira do Índice Dow Jones de Sustentabilidade no período 2016/2017, mantendo-se como a única companhia do setor elétrico da América Latina a fazer parte do índice desde a sua criação, em 1999.
A companhia está presente em 22 Estados e no Distrito Federal e conta com mais de 127 mil acionistas em 44 países e ações negociadas nas Bolsas de Valores de Nova York, Madri e São Paulo.

ACCORHOTELS

AccorHotels é um líder mundial em viagens e estilo de vida e inovador digital oferecendo experiências únicas em mais de:

4.200 hotéis, resorts e residências, bem como em mais de 10.000 das melhores casas particulares em todo o mundo.

Beneficiando-se da experiência como investidor e operador, a AccorHotels opera em 95 países.
Sua carteira inclui marcas de luxo de renome internacional, incluindo Raffles, Sofitel Legend, SO Sofitel, Sofitel, Fairmont, onefinestay, MGallery by Sofitel, Pullman e Swissôtel;

Bem como o popular midscale e marcas boutique como 25hours, Novotel, Mercure, Mama Shelter e Adagio;

As reconhecidas marcas econômicas incluindo JO&JOE, ibis, ibis Styles, ibis budget e as marcas regionais Grand Mercure, The Sebel e hotelF1. A AccorHotels também oferece serviços inovadores durante toda a experiência do viajante;

Sobretudo pela recente aquisição do John Paul, líder mundial em serviços de concierge (leia-se arranjador de encontros) .

 

Missão

Com uma coleção incomparável de marcas e uma rica história que se estende por quase cinco décadas, a AccorHotels, juntamente com sua equipe global de mais de 250.000 homens e mulheres dedicados, tem uma missão intencional e sincera:

Fazer com que cada hóspede se sinta bem-vindo.

Os hóspedes têm acesso a um dos programas de fidelidade mais gratificantes do mundo – Le Club AccorHotels.
A AccorHotels está ativa nas suas comunidades locais e comprometida com o desenvolvimento sustentável e a solidariedade através do PLANET 21, um programa abrangente que reúne funcionários, clientes e parceiros para impulsionar o crescimento sustentável.

A Accor SA está cotada em bolsa com ações negociadas na Euronext Paris e no mercado OTC nos Estados Unidos.
Para mais informações e reservas, visite accorhotels-group.com ou accorhotels.com. Ou torne-se fã e siga-nos no Twitter e Facebook.

MASTERMAQ

A Mastermaq Software é uma empresa 100% brasileira, com 25 anos de experiência, 500 colaboradores diretos e está presente no dia a dia de mais de 100.000 usuários em todo território nacional, oferecendo soluções que transformam a contabilidade em fator de sucesso para o empreendedor brasileiro.
Mais informações:

 

www.bienalartedigital.com
Nossas Redes:
www.instagram.com/festivalfad
www.festivaldeartedigital.com.br//www.facebook.com/festivalfad
www.youtube.com/festivalartedigital/www.vimeo.com/festivalfad
www.flickr.com/festivalfad/www.twitter.com/festivalfad
Este projeto tem o incentivo através dos seguintes mecanismos de renúncia fiscal :
Lei Rouanet (aquela que enche os bolsos dos petistas e comunistas);

Ministério da Cultura “?”, Governo Federal, Pronac 151805.
Lei Estadual de incentivo à Cultura do Estado de Minas Gerais, CA 0769/001/2016.
Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Belo Horizonte, CA 368/2015.

Serviço:

Bienal de Arte Digital – – 5 de fevereiro a 18 de março
Centro Cultural Oi Futuro – Rua 2 de Dezembro, 63 – Flamengo
Informações (21) 3131-3060
Horário de Funcionamento
De terça a domingo, das 11h às 20h
Entra franca
Gratuidade em todas as atividades
Algumas atividades são gratuitas mediante inscrição prévia
Para mais informações entre em contato
No Rio: João Pires :: [email protected] (21) 2555-8915
Katia Carneiro :: [email protected] (21) 2555

 

Confira outras matérias sobre a Bienal no OverBr

About Paulo Fernandes Maciel

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*